quarta-feira, 1 de julho de 2015

Guia de nós básicos

Geralmente quem inicia na pesca logo se depara com um problema: Como fazer os nós?
Nada mais desagradável do que perder um bom peixe ou uma montagem (chicote) por conta de um nó mal feito, ou feito "de qualquer maneira", nó cego, por exemplo.

Os Nós tem que ser confiáveis e para isto devem ser atados com calma e de forma correta. Na pesca de praia é possível evitar o uso de alguns nós com a utilização de colas especiais, na junção da linha principal (molinete) com o arranque, por exemplo. Mais detalhes sobre soldagem de linhas : AQUI

Iremos apresentar alguns nós básicos utilizados na pesca , os mesmos se estendem para outras modalidades além da pesca de praia. 

A seguir um diagrama de um chicote básico de PDP para facilitar a localização dos nós apresentados.


Clique na imagem para aumentar.    Fonte: arquivo LFCP

Seguem alguns nós comuns na pesca divididos por categoria:


Junção de duas linhas 


  • Nó de Sangue (Blood Knot)
Nó indicado para linhas de Monofilamento, 
de diâmetros iguais ou próximos (ex: 0.26-0.28mm).

Sua principal vantagem é ficar em formato de barril com pontas cônicas quando bem executado, reduzindo "calombos" na bobina do molinete ou carretilha. Pode ser utilizado na pesca de praia para atar a linha principal ao arranque cônico (linha geralmente de fluorcarbono que possui um bitola variável, de 0.18 à 0.47, por exemplo). Deve ser apertado com atenção e lentamente, puxando as laterais e as linhas de sobra aos poucos para corrigir o fechamento se necessário, aconselho um pouco de saliva no fechamento final. Desta forma o nó fica com um formato de oliva. As linhas de sobra devem sempre ficar uma no sentido contrário da outra, se as duas saírem juntas o nó está errado.

Fonte: netknots.com

  • Nó Uni to Uni (Double Uni Knot)
Excelente nó, o meu preferido para atar a linha principal ao arranque cônico, principalmente por servir tanto para linhas de monofilamento como para unir uma linha de multifilamento a uma mono. De fácil execução, deve ser apertado lentamente e com um pouco de saliva. 
Obs*: para unir mono com multi faça pelo menos 5 voltas com a mono e 8 com a multi.

Fonte: netknots.com

  • Nó Albright (Albright knot)
Nó também indicado para linhas de monofilamento, porém de diâmetros diferentes, ex 0,26 - 0.40mm onde a linha de maior diâmetro será sempre a que forma o laço inicial e linha mais fina é que vai dar as voltas. Nó muito utilizado para atar a linha principal a leader de fluorcarbono, na modalidade de baitcasting. Porém para bobinas de molinete em pesca de praia não é muito indicado pois forma um calombo que não é ideal para longos arremessos.

Fonte: netknots.com


Nós terminais, para pontas de chicotes


Aqui apresento 2 nós amplamente utilizados na pesca. A principal função de ambos é atar uma linha a um ponto terminal da montagem, ou seja, linha à um girador ou snap ou linha atada direta a um anzol com cabeça de argola.

  • Nó Uni ou Duncan loop (Duncan loop knot)
Nó de fácil execução, com prática pode ser atado muito rapidamente. Utilizo este nó em situações onde tenho que trocar um snap ou atar um girador de forma emergencial. Utilizo de 4 a 6 voltas no máximo.


Fonte: netknots.com

  • Nó Trilene (Trilene knot)
Na pesca de praia utilizo este nó principalmente na montagem de chicotes para meia e longa distância. Aplico no ó Trilene nos giradores do chicote. Sua principal vantagem, ao meu ver, é o fato de termos uma laçada dupla na argola do girador, propiciando uma maior distribuição da força na argola em arremessos mais fortes, diminuindo a probabilidade de um estouro da linha. Esta laçada dupla também evita que o nó corra na argola, desalinhando o conjunto. Utilizo no máximo 5 voltas.


Fonte: netknots.com


Nó para anzol 


  • Nó para anzol de pata (knot  for hooks with shape end)
Nó utilizado para atar a linha da pernada ao anzol de pata. Sendo o anzol de pata o mais utilizado na pesca de praia de competição, este guia vai se ater somente a este nó para anzol.

Por ficar com pouco volume e tambem deixar a linha alinhada a haste do anzol, este nó propicia uma melhor apresentação da isca. Utilizado principalmente para confecção de pernadas para competição de praia, com anzóis pequenos e médios. Um desenho deste nó pode ficar um tanto confuso, preferimos apresentar um vídeo do mesmo, realizado pelo nosso atleta Victor Stadinicki. Segue:

Autor: Victor Stadinicki     Fonte: Youtube.com 



  • Nó Bolinha
O nó bolinha é utilizado para terminar a pernada, atado na extremidade oposta ao anzol. Este nó é responsável por prender a pernada ao rotor, fixando assim a pernada no chicote.

Fonte: Arquivo LFCP


Espero que este pequeno guia ajude aos iniciantes e para qualquer dúvida, deixe sua pergunta nos comentários do Post. 

É isto, até a próxima!

terça-feira, 30 de junho de 2015

1° Campeonato Brasileiro de de Pesca de Seleções - 2015

Listagem Oficial dos participantes do 

1º Campeonato Brasileiro de Pesca de Seleções.

(Fonte: Facebook Nova Pesca Brasileira - Postado por Sandra Cunha 29.06.2015)

Promoção e Direção: CPL - NPB
Organização : FCPDS

segue :






O Linha Fina compõe o Time Juvenil do Estado de Santa Catarina com :

- Mauricio Baum
- Renan Oliveira
- Victor Stadinicki

... e também completa o time sênior de Santa Catarina com nosso presidente,
Sr. Bruno Stuelp.

O Linha Fina agradeçe a Federação Catarinense de Pesca e Desportos Subaquáticos - FCPDS, pela oportunidade de nossos atletas participarem do Brasileiro de Seleções.

É o LINHA FINA representando Santa Catarina no Brasileiro!
Vamos que vamos!

Desejamos boa sorte a todos os participantes, que seja uma grande festa!


quarta-feira, 24 de junho de 2015

VI Festa da Pesca de Itajaí - 28.06.2015


Este final de semana o Tortuga C.P. organiza aVI Festa da pesca de Itajaí.

A festa da pesca de Itajaí na praia Brava, é um torneio de Pesca de arremesso que faz parte das festividades de aniversário do município de Itajaí, promovido pela Secretaria da pesca e Fundação Municipal de Esporte e Lazer.
A Festa da pesca tem por objetivo o congraçamento dos atletas praticantes da pesca de arremesso, aberto para atletas filiados e avulsos.

NORMAS
O torneio é disputado individualmente podendo ser masculino, feminino, master, sênior e juvenil. Serão válidos todos os peixes, exceto o Baiacu-mirim, baiacu-pinima e baiacu-de-espinho (sphoeroides testudineos).

PARTICIPANTES E INSCRIÇÕES
Poderão participar da pesca atletas filiados e avulsos, portanto licença de pesca, emitida pelo Ministério da pesca e Agricultura. Os atletas competirão nas seguintes categorias: masculino, feminino, master sênior e juvenil.

LOCAIS DE INSCRIÇÃO
Alvamar/34333231, Anzol de Ouro/34226021, Pro-Fishing/34339881, Só Pescar/34331105, Perlicano Adventure/7-33481528, A Carpa/47-33488534, Universo Fishun/34549261.
Valor da Inscrição: R$ 65,00 - incluso o almoço no Restaurante Vôo Livre

LOCAL E HORARIO
Itajai- Praia Brava
Data: 28/06/2015
Sorteio no local da Prova a partir das 6h30
Duração: das 8h00 as 12h30 -com intervalo de 20 minutos para troca de box.

ISCA LIVRE (MORTA IN NATURA)

PONTUAÇÃO:
2 ponto por peixe
5 pontos a cada 100 gramas


Premiação: 
1º ao 15º Geral
1º ao 3 º Feminino
1º ao 3º Master
1º ao 3º Sênior
1º ao 3º Juvenil
1º ao 3º para o maior peixe.

**A organização do evento não se responsabiliza por quaisquer danos causados durante a realização do Torneio.



terça-feira, 23 de junho de 2015

CIVA 2015, ESTADUAL Catarinense e Interno LFCP.

E o Linha Fina C.P. segue sua jornada em 2015. 

Primeiramente gostaria de pedir desculpas aos que acompanham o blog, estava difícil atualizar os posts com tantas tarefas para realizar no dia a dia, mas tudo segue e cá estou para deixar a todos informados das ações do clube este ano. Os principais eventos dos quais o Linha Fina participou de Fevereiro até agora são os seguintes: 


27ª Civa 2015



Linha Fina conquistando troféus na 27ª CIVA !
No dia 22 de Fev. foi realizada uma das maiores provas de Santa Catarina, a 27ª CIVA na praia do Ervino em São Francisco do Sul. Mais uma vez o LFCP marcou presença com as seguintes duplas :
Bruno Filho & Marcelo Oliveira
Bruno Pai & Rodrigo Oliveira
Marcelo Ekuni & Angelo Fernandes
Luiz Fernando Rückel & Rafael Kloss
Rodrigo Wzorek & Edson
Victor Stadinicki & Valdecir Stadinicki
Renan Oliveira & Rodrigo (este último do Elite de Itajaí)
Um prova onde estava difícil encontrar os peixes, o que exigiu muita persistência dos participantes. O LFCP foi campeão na Categoria Juvenil com Renan e Rodrigo. Vice campeão no geral masculino, com Ekuni e Angelo e também levou o troféu de segundo maior peixe da competição com um bonito Robalo do Angelo.

Seguem alguns momentos da competição:

Renan Nunes Oliveira e Rodrigo do ELITE C.P. - campeões do Juvenil na 27ª CIVA - 2015
Troféus do Linha Fina na 27ª Civa, Angelo, Ekuni e Renan




Vamos que vamos Linha Fina!




Amanhecer na Praia do Ervino - SFS




A premiação, momento emocionante para todos.




Muita garra desta dupla, Angelo e Ekuni.




Angelo com o Robalo que lhe rendeu o troféu de 2º maior peixe da Competição.





Estadual Catarinense 2015


Nosso clube está participando das competições de pesca do Estadual Catarinense este ano com um time dedicado, em busca de troféus. No mês de Abril ocorreu a 1ª Prova do Estadual e o LFCP marcou presença com boas colocações, este ano o campeonato tem suas provas divididas em setores, ou seja, cada setor tem um 1º lugar e assim sucessivamente.

O local da 1ª prova foi a belíssima praia de Itapirubá, no sul do Litoral catarinense. O LFCP fez estadia na Pousada Recanto das Baleias , onde confraternizamos com os demais times participantes do estadual, muita risada, cerveja gelada e novas amizades. É o espírito da pesca de praia que não faz divisão entre competidores, a disputa em si é na praia somente.


Praia de Itapirubá
Pousada Recanto das Baleias 
Marcelo Ekuni


Toninho, Joinville C.P.

Renan Oliveira e Mauricio |Baum, dupla dinâmica no Juvenil.

Sr. Bruno Stuelp




Depois de um baita Churrasco o Linha Fina, segue para a praia para um breve aquecimento, ver as condições do mar, peixes predominantes, afinar o material. Um fim de tarde de tirar o chapéu, paisagem exuberante e muitos peixes fazendo a alegria dos pescadores e levantando a moral para a prova.




Dica: para quem inicia na pesca de praia deve saber que o material correto faz toda a diferença. Nesta imagem um material para pesca de beira (1ª onda, canal mais próximo e beirinha - no pé). Vara com 2,40 a 3m de comprimento, de ponteira fina, com alta sensibilidade, linha o mais fina possível, de preferência de multifilamento (0,07 - 0,10). Utilizam-se pesos menores, 20, 30, 40, 50 gr, formatos de bolinha, pião, moeda, gotas entre outros. A utilização da carretilha é preferida pelos atletas por proporcionar mais agilidade no recolhimento e arremesso. Diversão garatida com betaras e pampos fazendo todo o conjunto tremer na mão do pescador.

Hiro Kay, concentrado.

Pai e Filho.

Rodrigo Wzorek


Apetrechos da pesca de Praia 
Solução prática para prender e trocar chicotes com agilidade vinda do Joinville C.P. e já difundida entre os atletas do LFCP

Eu!

Edison Ruppel, (o Baixinho).

Bruno, na correria.




Mauricio Baum
Fim do Treino.

Amanhece o domingo de provaÉ chegada a hora de estrear no Estadual e é visível a felicidade dos atletas. Com uma mistura de ansiedade e um pouco de nervosismo nos reunimos para ouvir brevemente algumas palavras do Bruno Filho com o intuito de focar os atletas e passar segurança a todos.




Marcação das Raias.
Empolgação!

Disputa...
Diferente do sábado, no domingo de prova, os peixes resolveram que não iam deixar barato para os competidores. Não estava fácil encontrá-los, os pequenos cardumes iam e vinham, dificultando manter um ritmo de capturas, a prova foi bastante técnica por conta deste detalhe, tamanhos de isca, agilidade e principalmente muita concentração foram os itens chaves para se sair bem. A tensão em pescar numa competição destas fez o tempo passar rápido, e no final era possível saber que as disputas seriam apertadas devido a pouca quantidade de peixes por atleta.



Os resultados do Linha Fina para esta 1ª Etapa Foram os seguintes:

- Masculino - SETOR A
2º Lugar - Angelo Fernandes
5º Lugar - Marcio Kay

- Masculino - SETOR B
5º Lugar - Marcelo OLiveira

- Masculino - SETOR C
6º Lugar - Luiz Fernando Rückel
8º Lugar - Marcelo Ekuni
10º Lugar - Rodrigo Wzorek

- Masculino - SETOR D
3º Lugar - Rafael Kloss
4º Lugar - Edson Rupel
7º Lugar - Rodrigo Oliveira

- Sênior
6º Lugar - Sr. Bruno Stuelp 

- Juvenil
1º Lugar - Renan Oliveira
2º Lugar - Mauricio baum


O Linha Fina C.P. conquistou o 4º  Lugar geral de Clubes nesta 1ªEtapa do Estadual. Agora é focar para a 2ª etapa de pesca do catarinense e melhorar as colocações pra chegar na ponta!

Próxima etapa, Cachoeira do Bom Jesus, Florianópolis. Dia 19 de Julho. Vamos que vamos!




segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

2015 a todo vapor! 1ª Confraternização e 1ª Competição do ano!

Neste mês o Linha Fina teve sua primeira Reunião oficial e confraternização. O "bat local" foi a agradável churrasqueira do nosso amigo Valdecir, pescador e assador de primeira. Com a presença de vários atletas do Linha Fina e também os amigos da MX Pesca, Alexandre e Daniel, demos início a pauta do encontro para definir os caminhos do clube em 2015. Logo após, churrasco show de bola, muitas risadas e troca de informação entre a galera do Linha Fina, conferimos também um vídeo bacana editado pelo Victor Stadinicki, com as conquistas de 2014, valeu Vitão! É muito bom ver esse time reunido, que venha 2015 pois estamos com tudo!

Da esquerda para a direita: Cesar Butyn, Sr. Bruno Stuelp, Victor Stadinicki, Edson, Bruno S. Filho, Maurício Baum, Cristina F. Cardoso, Alessandro G. Dromk, Hiro Kay, Valdecir e Aparecida Stadinicki, Gilberto Baum. Agaixados: Rafael Kloss, Daniel D. Camargo e Alexandre de Morais ( os 2 últimos da MX Pesca )

Valdecir, Hiro Kay, Giba, Victor, Marcelo Ekuni, Edson e Bruno Filho. 


1ª Competição de 2015 - Festa da Pesca nos Molhes do Atalaia - Itajaí - SC

Nó último dia 25 de Janeiro o clube participou da primeira prova do calendário da NPB em SC. O local: Molhes do Atalaia. Uma prova diferente das demais, realizada em duplas, com um pescador em cada lado dos molhes, um pescando para o lado da praia e outro para o lado do rio Itajaí, proporcionando variedade na quantidade de peixes e captura de diferentes espécies além de um visual fantástico.

 Pé na estrada, o Linha Fina segue para Itajaí de madrugada com 3 duplas :

- Bruno Pai (rio) / Ekuni (praia)
- Rodrigo Oliveira (rio) / Rückel (praia)
- Bruno Filho (rio) / Kloss (praia)

Chegamos com o sol pontando no horizonte e logo nos inscrevemos e pegamos os sacos plásticos para os peixes. 


Vista do lado do rio Itajaí.

Vista do lado da  praia.
Tudo pronto, raias sorteadas, vamos montar o material e se organizar pro início da prova. Eu nunca tinha pescado nos molhes e chegando na minha raia logo de cara vi que não seria fácil descer tudo até o ponto de pesca. Depois de visualizar o local e planejar qual seria o melhor trajeto para se fazer entre as grandes pedras, recebi dicas valiosas do Bruno Filho sobre um a estratégia básica para a competição  - "eles estão ali entre as pedrinhas,  ali  na beira " :)  - . Hora de descer, levei uma coisa de cada vez, mochilas primeiro, calões, e por último as varas. Já deu pra sentir o drama, deu uma moleza nas pernas fazer um "parkour" nos molhes. Tudo pronto? ainda não... esqueci meu balde e o camarão no carro! Toca subir mais uma vez...descer de novo... agora sim. Surge outro pepino, demorei uns 20 minutos só para conseguir me organizar nas pedras, posicionar os calões, equilibrar tudo pra não deixar cair algo entre es pedras, pois os vãos eram fundos, caiu algo, já era. Material montado , iscas prontas, próximos de mim estavam o Rückel e Ekuni dava para trocarmos informações sobre a pesca.


Linha Fina nos Molhes do Atalaia.


Kloss (eu) e Bruno Filho, antes da prova.


Ekuni (agaichado) se preparando

Rückel se organizando

Grandes vãos entre as pedras.

Vista de baixo para cima dos molhes.
Minha vista e o ponto onde se concentrou minha pescaria próximo as pedras .

Início de prova, linha na água e opa.. 1 marimbá, em seguida um dublê. A beirada (lado da praia) estava pipocada de peixes, pequenos mas muitos... a isca mal caia na água e eles atacavam. Para mim estava se confirmando o que previ em relação as marés, e também a dica do Bruno, pois a prova iniciou junto como início da vazante portanto os pequenos provavelmente estariam comendo nas pedras onde seria mais fácil achar comida, e de quebra o meu anzol! A ação continuou boa por pelo menos 1 hora e mais tarde os cardumes pareciam se dispersar , num vai e volta, sumiam e tempo depois reapareciam na beira. Entre um chicote e outro perdido nas pedras eu tentava achar algum peixe a média distância, sem sucesso, o camarão voltava intacto (aí foi onde cometi um erro, insisti outra vezes em tentar peixes em outras distâncias e perdi tempo, devia ter permanecido nos pequenos da beira). Em uma destas tentativas um puxão bonito na vara de meia distância e para minha surpresa uma betara bonita (uns 30 cm) está fisgada, porem ao recolher e tentar remover a danada do anzol ela me escapou das mãos e caiu no vão das pedras... tchau betara.. e a chance de pontos valiosos... na próxima levo um passaguá! Foi só esta betara e mais nada de açaão a meia distância. Recebi informações de que estavam pegando peixes maiores no rio portanto foquei na beira novamente, mais alguns peixes fisgados e opa... foi-se o iscador que o Ekuni me deu, sumiu no vão também. O sol estava forte, cansaço batendo, e a ação foi diminuindo gradativamente até o ponto onde só se conseguia fisgar uns amborês bem colados nas pedras (apelidados de "macaquinhos" pelo Rückel). Fim de prova. E a sensação era boa, pois sabia que não estava tão mal de peixes (lembrando da betara que fugiu...que raiva). Aparece o Bruno Filho com uma boa quantidade de peixes, percebi que não estaríamos mal posicionados, porém outras duplas literalmente lavaram a égua no rio, foi o caso do Rodrigo Oliveira, que acertou a mão e fez bonito com 48 peças e quase 5 quilos de peixes.

É hora da pesagem e fica confirmado, o Linha Fina tem troféu! Rückel e Rodrigo Oliveira conquistam o 5° Lugar no Masculino. Parabéns a dupla de novatos do Linha Fina!


Pesagem.

As estrelas da festa , foi um total de 82 quilos de peixes. Todos levados a doação pela organização do evento assim que terminou a pesagem.


Parte das duplas: Bruno Filho, Ekuni, Rückel e Kloss

Ruckel com os troféus da dupla. 5° Lugar Masculino.
RESULTADO : Planilha Oficial - Molhes do Atalaia - 2015
                            *obs: essa é a planilha oficial divulgada pelo clube organizador, mas ela contém erros

Depois de muito caldo de cana para refrescar é hora de voltar para casa e se preparar para a próxima .(CIVA - dia 22.02.2015)



Vamos que vamos Linha Fina!